Baixar Música grátis

Temporal / Velocidade da Luz – Thiaguinho

Temporal / Velocidade da Luz – Thiaguinho
Tamanho: 9,8 mb
Lançamento: 2020
Baixar Agora
Gênero: Pagode

Baixar Música Pot-Pourri: Temporal / Velocidade da Luz (Ao Vivo) - Thiaguinho no celular grátis

Letra de Temporal / Velocidade da Luz – Thiaguinho


Faz tempo que a gente não é aquele mesmo par
Faz tempo que o tempo não passa
É só você estar aqui
Até parece que adormeceu
O que era noite já amanheceu

Cadê aquele nosso amor
Naquela noite de verão
Agora a chuva é temporal
E todo céu vai desabar

Éh, até parece que o amor não deu (que o amor não deu)
Até parece que não soube ama… a… a… ar
Você reclama do meu apogeu (do meu apogeu)
E todo o céu vai desabar… ah ah ah ah ah
Ah ah ah ah, ai… desabou

Eu já não sei mais
Por que vivo a sofrer
Pois eu nada fiz
Para merecer

Te dei carinho, amor
Em troca ganhei ingratidão
Não sei porquê, mas acho
Que é falta de compreensão
Você me tem como réu
O culpado e o ladrão
Por tentar ganhar seu coração

Te dei carinho, amor
Em troca ganhei ingratidão
Não sei porquê, mas acho
Que é falta de compreensão
Você me tem como réu
O culpado e o ladrão
Por tentar ganhar seu coração

Todo mundo erra!
Todo mundo erra sempre
Todo mundo vai errar
Não sei porquê, meu Deus
Sozinho eu vivo a penar
Não tenho nada a pedir
Também não tenho nada a dar
Por isso é que eu vou me mandar
Vou-me embora agora

Vou-me embora agora!
Vou embora prá outro planeta
Na velocidade da luz
Ou quem sabe de um cometa
Eu vou solitário e frio
Onde a morte me aqueça
Talvez assim de uma vez
Para sempre eu lhe esqueça

Te dei carinho, amor
Em troca ganhei ingratidão
Não sei porquê, mas acho
Que é falta de compreensão
Você me tem como réu
O culpado e o ladrão
Por tentar ganhar seu coração

Todo mundo erra!
Todo mundo erra sempre
Todo mundo vai errar
Não sei porquê, meu Deus
Sozinho eu vivo a penar
Não tenho nada a pedir
Também não tenho nada a dar
Por isso é que eu vou me mandar
Vou-me embora agora

Vou-me embora agora!
Vou embora prá outro planeta
Na velocidade da luz
Ou quem sabe de um cometa
Eu vou solitário e firme
Onde a morte me aqueça
Talvez assim de uma vez
Para sempre
Todo mundo erra

Todo mundo erra!
Todo mundo erra sempre
Todo mundo vai errar
Não sei porquê, meu Deus
Sozinho eu vivo a penar
Não tenho nada a pedir
Também não tenho nada a dar
Por isso é que eu vou me mandar
Por isso é que eu vou me mandar
Por isso é que eu vou me mandar